5 de nov de 2009

Vida



VIDA

SENTIMENTOS BORBULHANDO
COMO LAVA NUM VULCÃO,
A ALMA RUFLANDO AS ASAS
NUM ESFORÇO PARA O VÔO.
QUANTAS AMARRAS AINDA
PRECISAM SER DESATADAS!
TAREFA PARA TITÃS.
É PRECISO RENASCER
COMO O SOL,
A CADA NOVA MANHÃ.
SER COMO UM MUTANTE
TRANSFORMADO DIA A DIA.
ALÇAR VÔO, ALCANÇAR O CÉU,
BUSCAR O OLIMPO.
NÃO TER LIMITES,
VER ALÉM DO HORIZONTE.
TER METAS
SEM PONTO FIXO.
A ESTRADA NÃO TEM FIM,
NÓS DETERMINAMOS
ONDE QUEREMOS SALTAR.
Drica de Assis
05/11/2009.

Um comentário:

  1. Olá minha boa amiga DRI.

    "Nós determinamos
    onde queremos saltar."

    Às vezes somos empurrados, outras vezes saltamos mesmo, mas a maioria das vezes temos medo e acabamos arrastados para o abismo.
    Sempre um prazer ler teus versos
    Um beijo amiga
    Victor Gil

    ResponderExcluir