17 de dez de 2009

Porto... Solidão




PORTO... SOLIDÃO


SOLIDÃO...

NO MEIO DA MULTIDÃO.

NÃO SOU O QUE MOSTRO

MAS O QUE ESCONDO.

ONDE ME ESCONDO...

ONDE ME ENCONTRO!?

POR ONDE ANDO,

POR ONDE ANDEI?

PRA FALAR A VERDADE,

NEM EU MESMA SEI.

ESSA LUZ QUE ME GUIA

ME MOSTRA O VAZIO.

TANTAS QUESTÕES...

NEM MESMO SABIA.

UM PEIXE PILOTO,

BICHINHO DE ESTIMAÇÃO.

PELO MUNDO ABSORTO...

SENTADA NO PORTO

SOLIDÃO.


DRICA DE ASSIS

15/12/2009

Um comentário:

  1. Minha querida DRICA.
    Acho que tanto tu como eu continuamos à procura de algo que ainda não encontramos. Na verdade eu acho que já encontrei, mas continuo limitado pela situação. Neste momento gostava de comandar o mundo. Mas quem sabe. O tempo o dirá. Eu sei que quando falo do tempo, sou sempre criticado, porque o tempo passa e às vezes nada acontece. Mas também por vezes o tempo passa e muda tudo.
    Beijos minha boa amiga
    Victor Gil

    ResponderExcluir