10 de mar de 2009

Teu despertar


TEU DESPERTAR

Meu Querido Anjo etéreo,
bem querer do coração,
que este pequeno poema
chegue a ti como canção.
Quando o alegre trinca ferro,
na euforia do raiar do sol,
acompanhar o bem-te-vi,
no despertar do rouxinol
e entoar “Bom dia, seu Sid”,
suave brisa a ti vai entregar
o meu beijo de “Bom dia”,
meu carinho no teu despertar
e minha mais linda poesia.
Não deixei-te toda madrugada,
hora do meu coração seguir-te
por todo restante do dia.
Pra ti, meus beijos na alvorada.

Drica de Assis
23/02/2009



Nenhum comentário:

Postar um comentário